DIARIO ON LINE

QUINTA, 23 DE NOVEMBRO DE 2017 | |

Princesa Isabel, PB

Jornal do Estado (JE) no FacebookJornal do Estado (JE) no TwitterJornal do Estado (JE) no Google PlusFale conosco
Publicado em 18/07/2017 às 11:40:02

Mulher é presa em Morrinhos por tentativa de abortar após 32 semanas de gestação

2031_aborto.jpg

Policiais Civis da Delegacia de Morrinhos, coordenados pelo Delegado Fabiano Henrique Jacomelis, prenderam em flagrante delito K.L.S., 34 anos, por crime de tentativa de aborto. ). De acordo com as investigações, na madrugada de sábado (15), K.L.S. foi atendida no Hospital Municipal de Morrinhos com reclamação de fortes dores abdominais.

Durante o socorro médico, foi constatado que a suspeita estava com 32 semanas de gestação, sofrendo um aborto provocado por aplicação de medicamentos. Foram encontrados dois comprimidos em sua cavidade vaginal. Apesar das condições adversas, foi possível à equipe médica de pronto atendimento realizar o parto. A bebê recém-nascida foi encaminhada ao Hospital Materno Infantil de Goiânia.

Indagada sobre os fatos, K.L.S. alegou acreditar que se encontrava no início da gestação, motivo pelo qual comprou dois comprimidos abortivos em uma farmácia do Setor Campinas, em Goiânia, pagando por eles R$ 200. A suspeita também afirmou que, após comprar os citados medicamentos, dirigiu-se ao a Morrinhos e aplicou os comprimidos.

Diante dos fatos , K.L.S. foi autuada em flagrante e, após o pagamento de fiança, foi colocada em liberdade para responder pelo delito, punido com até três anos de detenção. Além do procedimento iniciado em Morrinhos, a Polícia Civil em Goiânia realizará investigações no intuito de identificar os responsáveis por vender o medicamento proibido.

OBRIGADO PELA SUA AUDIENCIA

Deixe seu comentário